A pior doença dos citros

09/03/2009

Em 2008, a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) destruiu cerca de 8 mil mudas de laranja que entraram de forma clandestina no Estado. A destruição foi feita para evitar que o greening, doença gravíssima que atinge os citros em geral, fosse introduzida em Goiás. Ela chegou ao Brasil em 2004 e já causou estragos em laranjais de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina.

A destruição de mudas clandestinas é uma prova de que muitos citricultores goianos ainda não estão conscientes da gravidade da doença, pois a principal forma de disseminação do greening é por meio de mudas contaminadas.

'Essa é a doença mais grave da citricultura mundial, por isso estabelecemos medidas que devem ser observadas pelos produtores', afirma a gerente de Sanidade Vegetal da Agrodefesa, Elíria Alves Teixeira. A principal medida, diz, é a aquisição de mudas dentro das normas estabelecidas.

Para a aquisição de mudas de outros Estados, é preciso solicitar à Agrodefesa uma autorização de compra. O produtor deve informar de qual viveiro pretende comprar e a quantidade de mudas. A Agrodefesa verifica se o viveiro é registrado no Ministério da Agricultura e no órgão de defesa sanitária do Estado e se atende à exigência de ser protegido (telado).

Elíria Alves informa que a maior parte das mudas de citros plantadas em Goiás é importada e vem de São Paulo e Minas Gerais. As medidas preventivas tomadas pela Agrodefesa e também a fiscalização nas barreiras sanitárias, entretanto, não impedem a entrada de material propagativo clandestino. Por isso, é grande o temor de que o greening chegue ao Estado.

'É só uma questão de tempo', afirma o agrônomo Almir Cavalcante Bastos Filho, que é consultor para a produção de citros e também produtor de laranja no município de Palmeiras de Goiás.

A coordenadora da Certificação Fitossanitária da Agrodefesa, Fernanda Faganello, explica que as medidas preventivas e repressivas são necessárias, mas não infalíveis.

No caso do greening, há um perigo a mais que outras doenças e pragas dos citros. A bactéria que o provoca também se hospeda na murta, planta ornamental utilizada em projetos paisagísticos. A aquisição de mudas de murta também deve obedecer às normas da Agrodefesa.

Para denunciar material propagativo clandestino, ligue 0800-6461122.

Maria José Braga


Fonte: O Popular