Associtrus defende elaboração do Consecitrus



22/10/2010
Para a associação, o Consecitrus precisa ser discutido mais amplamente para garantir um relacionamento justo entre todos os elos da cadeia citrícola.

Diferente do que foi publicado na edição desta quinta-feira (21/10) do jornal Valor Econômico, a Associtrus esclarece que é favorável à criação do Consecitrus como forma de regular as relações entre indústrias e produtores e, inclusive, participa das negociações com vistas à elaboração do mesmo. O Consecitrus é uma bandeira da Associtrus. Não somos contra o Consecitrus mas à forma como está sendo proposto pelas indústrias. Precisamos elaborar um modelo que garanta a distribuição da renda proporcionalmente aos custos e riscos de cada elo. Ainda há muitas dúvidas, principalmente quanto à definição do preço. Não há necessidade, neste momento, da criação urgente do Consecitrus, que deve ser uma fórmula justa e transparente. Os preços devem se manter, pelo menos, pelos próximos dois anos, ou seja, há tempo para se discutir o que é melhor para a cadeia como um todo, observa o presidente da Associtrus, Flávio Viegas.

Para a pesquisadora Margarete Boteon ainda falta transparência no setor e ela deve prevalecer nas negociações do Consecitrus para que o resultado seja satisfatório para todos os interessados.

A Associtrus receia que o Consecitrus seja usado como facilitador no processo de concentração industrial e que também sirva de argumento para protelar a sequencia das investigações que correm na SDE.

Fonte: Associtrus