- Quinta-Feira 28 de janeiro de 2021
  acesse abaixo +
   Notícias +


Amarelinho atinge 39,19% de pomares paulistas!

05/11/2009

Citros: amarelinho cai 9,4% desde 2005, informa Fundecitrus

Ribeir?o Preto, 4 - Levantamento do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) aponta que a incid?ncia da Clorose Variegada dos Citros (CVC), doen?a conhecida como amarelinho, recuou 9,45% nos pomares paulistas entre 2005 e 2009. Na avalia??o por amostragem feita em 1.659 talh?es, entre julho e setembro deste ano, o ?ndice de plantas contaminadas chegou a 39,19%, ante 43,28% no ?ltimo levantamento, realizado h? quatro anos. Cada talh?o tem cerca de 2 mil plantas c?tricas.

O ?ndice, apesar de ainda alto, ? o menor entre os quatro ?ltimos levantamentos, j? que em 2004 atingiu 43,84% e, em 2003, 43,56%. Segundo o gerente t?cnico do Fundecitrus, C?cero Augusto Massari, tr?s fatores podem explicar a redu??o da incid?ncia da CVC em S?o Paulo, maior parque citr?cola do mundo. O primeiro ? o avan?o do greening, principal doen?a da citricultura, que tornou necess?rio o combate qu?mico do inseto transmissor da praga, a Diaphorina citri, a??o que tamb?m ajudou no combate ? cigarrinha transmissora da CVC.

A pesquisa de CVC foi elaborada e coordenada pelo pesquisador Jos? Carlos Barbosa, do Departamento de Ci?ncias Exatas da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Jaboticabal (SP). A CVC ? causada pela bact?ria Xylella fastidiosa, que atinge todas as variedades de citros comerciais. A bact?ria provoca o entupimento dos vasos respons?veis por levar ?gua e nutrientes da raiz para a copa da ?rvore. A produ??o do pomar afetado cai rapidamente, os frutos ficam duros, pequenos e amadurecem precocemente. O fruto pode perder at? 75% do seu peso.

Fonte: Ag?ncia Estado


<<Voltar << Anterior


Indique esta notícia
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
 
  publicidade +
 

Associtrus - Todos os direitos reservados ©2021

Desenvolvido pela Williarts Internet
Acessos do dia: 88
Total: 3.463.784
<