- Domingo 29 de Novembro de 2020
  acesse abaixo +
   Seção técnica +


O Poder de Cura das Frutas

24/07/2007
Os ?leos essenciais das frutas c?tricas As frutas c?tricas - laranjas, lim?es, limas, tangerinas, mandarinas e o grapefruit - s?o conhecidas e apreciadas h? mil?nios devido ao seu aroma e sabor agrad?veis. Os ?leos essenciais (OEs) c?tricos s?o obtidos normalmente por prensagem das suas cascas. Mas existem tamb?m os OEs extra?dos das suas flores, o n?roli; e os OEs das suas folhas, o petitgrain. Os OEs c?tricos extra?dos de suas cascas, possuem um vasto n?mero de aplica?es terap?uticas e industriais, sendo muito importantes na economia mundial dos derivados de c?tricos. Os OEs c?tricos possuem em sua maioria um efeito repelente e inseticida de muitos tipos de insetos. Pesquisa realizada pelo Departamento de Bioqu?mica Aplicada da Universidade de Nnamdi Azikiwee em Awka, Nig?ria, mostrou que o OE da laranja-doce foi o que apresentou o melhor efeito inseticida. O alto teor de monoterpenos nestes OEs c?tricos ? um dos grandes segredos das suas reconhecidas propriedades terap?uticas. Monoterpenos s?o as menores mol?culas que comp?em os ?leos c?tricos, e, por este motivo penetram com extrema facilidade em todos os tecidos do corpo humano, com poderosa a??o solvente de gorduras. O monoterpeno com maior percentual nestes ?leos c?tricos ? o d-limoneno. Na laranja chega a 90%, no lim?o de 65-70% (dependendo da variedade), na tangerina 70% e no grapefruit 95%. V?rias pesquisas cient?ficas revelaram que estes ?leos c?tricos apresentam propriedades anticancer?genas, poder de solv?ncia de c?lculos (vesicais ou renais) e de desentupimento das art?rias. V?rias faculdades e laborat?rios desenvolveram pesquisas sobre a capacidade do d-limoneno em dissolver c?lculos. Num estudo dos Laborat?rios de Pesquisa Shionogi em Osaka, Jap?o, dentre os participantes com c?lculos de ves?cula, ap?s consumo acompanhado do d-limoneno, cerca de 48% eliminaram por completo as pedras e 14,5% tiveram dissolu??o parcial, sem relatos de efeitos colaterais. O OE de lim?o possui, dentre os c?tricos, uma mistura mais complexa de monoterpenos em sua composi??o, o que faz com que, em alguns tipos de tratamento, ele tenha uma a??o superior aos OEs de laranja ou grapefruit. Al?m de 65% de d-limoneno, o OE de lim?o tamb?m possui cerca de 10-20% de pinenos e cerca de 10% de gama-terpineno. Pesquisas japonesas revelaram que o gama-terpineno apresenta uma poderosa a??o antioxidante capaz de inibir a oxida??o do LDL (mau colesterol), impedindo assim que este acabe causando a arteriosclerose ou levando a pessoa a um infarto. J? o d-limoneno, age suprimindo a atividade da enzima hep?tica HMG-CoA reductase, um fator chave para a s?ntese do colesterol. Ele age tamb?m descongestionando o f?gado, especialmente ap?s a ingest?o de grande quantidade de ?lcool e alimentos altamente gordurosos. A a??o sin?rgica dos v?rios monoterpenos presentes no OE de lim?o cria uma a??o muito poderosa na desobstru??o de vasos sangu?neos possibilitando seu uso como um auxiliar na preven??o e tratamento de problemas cardiovasculares. Outra indica??o do d-limoneno ? na preven??o e aux?lio ao tratamento de alguns tipos de c?ncer, especialmente nas fases iniciais do desenvolvimento da doen?a. Os tipos de c?ncer observados onde mostrou melhores resultados foram os de pr?stata, est?mago, f?gado, intestinos, p?ncreas, mama, pulm?o e nas leucemias. Segundo estudos do Hospital Universit?rio de Saint Radbound, Holanda, o d-limoneno age aumentando a atividade de uma enzima desintoxicante, o que acaba por contribuir na efici?ncia do corpo de eliminar subst?ncias causadoras de c?ncer. Estudos com ratos na Universidade de Purdue, EUA, demonstraram que a quimioterapia com o uso de monoterpenos como o d-limoneno resulta numa rediferencia??o dos tumores malignos em um fen?tipo mais benigno. Portanto, monoterpenos s?o agentes antitumor efetivos, n?o t?xicos para ingest?o (cuidadosa e acompanhada), que fazem parte da composi??o de um amplo n?mero de rem?dios naturais para o tratamento do c?ncer. A Universidade M?dica de Dalian, China, mostrou que o uso do d-limoneno no tratamento do c?ncer g?strico apresenta excelentes resultados e que sua a??o se deve a uma a??o de indu??o de morte destas c?lulas. Desta forma, os ?leos c?tricos (maior fonte de d-limoneno e outros monoterpenos), eles podem ser indicados como recursos na preven??o e no tratamento de v?rios tipos de c?ncer. Os ?leos c?tricos s?o tamb?m uma boa alternativa para perda de peso, tratar problemas circulat?rios como varizes e pernas cansadas, tratar gastrites e ?lceras. Sobre a a??o psicol?gica dos ?leos c?tricos, cientistas do Departamento de Fisiologia da Universidade de Siena, It?lia, estiveram estudando o efeito da inala??o do OE de lim?o sobre o sistema nervoso de ratos. Eles puderam avaliar que ?leo age baixando o teor de corticosterona nos animais por uma a??o direta na hip?fise na produ??o de um horm?nio estimulante das supra-renais, o ACTH. Estes horm?nios est?o associados ao estado de stress e sensa??o de dor e, uma menor produ??o significa uma maior capacidade de suportar a dor e uma diminui??o dos estados de ansiedade. De forma semelhante estes efeitos foram notados por dentistas com o uso do ?leo de laranja em salas de espera de seus consult?rios. Assim como o de lim?o, oss ?leos de laranja, tangerina, mandarina e grapefruit, tamb?m estimulam a alegria e diminuem a depress?o. Fonte: F?bi?n L?szl? - Professor de Aromaterapia ? mat?ria retirada do site Doce Lim?o

<<Voltar << Anterior


Indique esta notícia
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
 
  publicidade +
 

Associtrus - Todos os direitos reservados ©2020

Desenvolvido pela Williarts Internet
Acessos do dia: 6993
Total: 2.908.575
Balikesir escort Manisa escort Aydin escort Mugla escort Giresun escort Kahramanmaras escort Yozgat escort Tekirdag escort Isparta escort izmir escort inegol escort Soma escort Igdir mutlu son