- Domingo 11 de Abril de 2021
  acesse abaixo +
   Notícias +


Citrosuco e Citrovita se fundem e criam lder mundial no setor de suco de laranja

15/05/2010
Juntas, as duas unidades devem somar faturamento anual de aproximadamente R$ 2 bilh?es

S?O PAULO - A Citrosuco, controlada pelo Grupo Fischer, e a Citrovita, controlada pelo Grupo Votorantim, assinaram nesta sexta-feira, 14, acordo para fundir suas opera?es. Juntas, as duas unidades devem somar faturamento anual de aproximadamente R$ 2 bilh?es e desbancar a Cutrale na lideran?a do mercado mundial de processamento de suco de laranja. "A empresa ter? capacidade de produ??o equivalente a 25% do consumo mundial de suco de laranja", ressaltou o presidente da Citrosuco, Tales Lemos Cubero.

Produtores criticam uni?o entre Citrosuco e Citrovita
At? sexta-feira, 14, Cade n?o tinha sido informado sobre fus?o

De acordo com o presidente da Citrovita, Mario Pavaresco Jr., ainda n?o est? definido o nome da nova companhia. Os executivos n?o revelaram detalhes da opera??o, que envolve os ativos de processamento de suco dos grupos Fischer e Votorantim, mas ressaltaram que n?o existem pretens?es de a empresa abrir capital no momento. Eles tamb?m descartaram tra?ar proje?es sobre o prazo para a conclus?o da opera??o de fus?o.

A companhia ser? composta por seis f?bricas em S?o Paulo e uma na Fl?rida (EUA), al?m de operar terminais portu?rios no Brasil, nos Estados Unidos, na Europa e na ?sia; e navios pr?prios e fretados. A nova empresa, segundo os executivos, ter? capacidade equivalente a um porcentual entre 40% e 50% da safra total brasileira, ou o equivalente a aproximadamente 160 milh?es de caixas de suco.

Questionados a respeito da possibilidade de o Cade colocar restri?es ao neg?cio, os executivos destacaram a import?ncia da cria??o de uma empresa em condi?es de fazer frente a um movimento de consolida??o de companhias instaladas nos Estados Unidos e Europa. "O neg?cio aumenta o poder da ind?stria nacional a um n?vel internacional", destacou Cubero. Para Pavaresco, as duas empresas juntas ter?o condi??o de ser refer?ncia mundial em termos de custos, qualidade e efici?ncia. Os executivos n?o fizeram proje?es sobre as sinergias poss?veis provenientes da fus?o.

A nova empresa ter? 50% de participa??o de cada uma das companhias, mesmo com a Citrosuco tendo quase o dobro do tamanho da nova s?cia. Em comunicado conjunto, as companhias n?o detalharam se haver? alguma compensa??o entre ambas nem se pronunciaram sobre a possibilidade de fechamento de unidades, como as duas que possuem em Mat?o (SP).

Pelo acordo entre os acionistas, a nova companhia ter? como presidente o atual comandante da Citrosuco, Tales Lemos Cubero, e como diretor-geral Mario Bavaresco Junior, presidente da Citrovita. O conselho ser? formado por 50% de representantes de cada um dos acionistas.

Com receitas anuais de R$ 2 bilh?es, a empresa ter? sete plantas industriais, sendo uma nos Estados Unidos (Fl?rida) e seis no Estado de S?o Paulo, entre elas as duas em Mat?o e outras muito pr?ximas, como a de Araras, da Citrovita, e a de Limeira, da Citrosuco. As companhias possuem 64 mil hectares de pomares pr?prios para a produ??o de laranja que representam, em m?dia, 30% do processamento total da fruta. Os 70% restantes vir?o de mais de 2,5 mil citricultores independentes. A empresa ter? 6 mil funcion?rios e atingir? 10 mil contratados durante a safra.

Para a exporta??o de suco, as empresas ter?o dois terminais portu?rios no Brasil e seis no exterior - nos Estados Unidos, B?lgica, Austr?lia e Jap?o. Segundo as empresas, a nova companhia exportar? para mais de 80 pa?ses e ter? capacidade instalada de processar acima de 40% de todo o suco de laranja produzido e exportado pelo Brasil. Ser? respons?vel ainda pela produ??o de 25% de todo o suco de laranja consumido no mundo.

"A fus?o proporcionar? sinergias e ganhos operacionais em toda a cadeia de produ??o, exporta??o e comercializa??o do suco de laranja. As empresas pretendem estimular o desenvolvimento e crescimento da citricultura brasileira, gerando valor por meio de parcerias com os produtores independentes de laranja", informou o comunicado. Citrosuco e Citrovita relataram ainda que submeter?o a opera??o aos ?rg?os de defesa da concorr?ncia no Brasil e nos demais mercados em que atuam.


Fonte: Andre Magnabosco, da Ag?ncia Estado

<<Voltar << Anterior


Indique esta notícia
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
 
  publicidade +
 

Associtrus - Todos os direitos reservados ©2021

Desenvolvido pela Williarts Internet
Acessos do dia: 36
Total: 3.471.276
<