- Domingo 24 de Outubro de 2021
  acesse abaixo +
   Editorial +


Associtrus defende elaboração do Consecitrus

16/12/2011

Como pode a associação que foi a precursora da idéia do Consecitrus ser contra sua efetivação?

Influenciadas pelas indústrias, entidades que se dizem representantes dos citricultores – mas que possuem em seu quadro diretor executivo de processadora – querem excluir a Associtrus das discussões plantando a mentirosa idéia de que a associação é contra o Consecitrus.

O último episódio sobre o Consecitrus é lamentável. Sob a falsa alegação de que são contra o Consecitrus, a Associtrus e seu presidente, Flávio Viegas, ex-diretor de citricultura da SRB e quem iniciou a luta pela implantação do Consecitrus, não foram convidados para a reunião na sede da SRB (Sociedade Rural Brasileira), entidade que possui em seu quadro de diretores, o executivo da Cutrale e recentemente admitiu, como associada, a CitrusBR, entidade que representa as indústrias de suco de laranja.

Dentre as entidades que representam os citricultores nas negociações do Consecitrus, a Associtrus é a única voltada exclusivamente para a citricultura e não possui em seus quadros, entidades ou pessoas ligadas às indústrias, o que lhe garante total independência de posicionamento a favor unicamente do citricultor.

A Associtrus assumiu o compromisso de participar da elaboração do Consecitrus em documento assinado na Secretaria da Agricultura de São Paulo, no dia 25 de outubro de 2010, e participou de todas as discussões que envolveram a elaboração do Consecitrus.

A Associtrus foi a única entidade representativa dos produtores a contratar técnicos para assessorá-la (equipe da UFSCAR trabalha para a Associtrus na elaboração do projeto);; foi a primeira a apresentar sua planilha de custo e colaborou com a CONAB nas reuniões com citricultores para revisão dos custos de produção de citros.

São evidentes as manobras para tentar isolar a Associtrus.

Na segunda rodada de negociações, dia 11 de novembro de 2010, na Secretaria da Agricultura, mesmo com a presença vetada do presidente da Associtrus, de forma arbitraria, a Associtrus foi representada pelo seu vice-presidente, Douglas Kowarick, e pelo presidente do Conselho, Renato Queiroz.

Nesta terceira fase, agora liderada pela MB Associados, a Associtrus está participando com todos os seus diretores.

Para o presidente da Associtrus, dizer que a associação é contra o Consecitrus, trata-se de uma versão equivocada, que busca excluir a associação de um processo de negociação. “Temos dito que o Consecitrus deve ser um instrumento capaz de assegurar ao produtor uma rentabilidade compatível com os elevados custos econômicos e os riscos incorridos na citricultura. Sustentamos que haja total transparência das informações. Que os preços de venda dos produtos e subprodutos da industrialização da laranja devam ser totalmente transparentes, para que se possam conhecer com maior clareza os ganhos gerados e, assim, se possa construir um mecanismo justo de repartição de riscos, lucros e prejuízos entre citricultores e indústria”, enfatiza Flávio Viegas.

Fonte:
Flávio Viegas


<<Voltar << Anterior


Indique esta notícia
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
 
  publicidade +
 

Associtrus - Todos os direitos reservados ©2021

Desenvolvido pela Williarts Internet
Acessos do dia: 42
Total: 3.519.783
supertotobet bahissenin bahissenin
1xbet 1xbet bahisno1 bahsegel canli casino ecopayz kacak iddaa canli bahis iddaa marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis restbet canli skor superbahis mobilbahis
bahigo bahis siteleri guvenilir bahis siteleri kacak bahis siteleri betist 1xbet asyabahis betebet betgaranti betlike betvole ligobet pinbahis polobet verabet
bahissenin tipobet betmatik
perabet makrobet
onwin