- Sábado 05 de Dezembro de 2020
  acesse abaixo +
   Notícias +


Associtrus faz balano da citricultura em 2007: avano, retrocesso e desafio.

14/12/2007

Para o setor industrial, 2007 termina em clima de festa: US$ 2,3 bilh?es em faturamento com exporta??o de 1,4 milh?o de toneladas de suco c?trico, contra US$ 1,468 bilh?o das vendas de 1,3 milh?o de toneladas no ano passado. Mas a boa situa??o n?o chegou aos bolsos dos citricultores. A avalia??o ? do presidente da Associtrus, Fl?vio Viegas, um dos maiores cr?ticos dos contratos firmados pelas ind?strias com os produtores.

A safra paulista deste ano poder? atingir um crescimento de 1,2%, em compara??o com 2006. Ser?o colhidas 353,1 milh?es de caixas de 40,8 quilos, em uma ?rea de 560,1 mil hectares, conforme dados da Secretaria da Agricultura.

Avan?o

O ano em curso ? considerado como de consolida??o: ?avan?amos politicamente, mas ainda aqu?m do que desejamos?, diz Viegas.

A cria??o da Frente Parlamentar da Citricultura, na Assembl?ia Paulista em novembro, ? qualificada como vit?ria. Atrav?s da Associtrus, surgiu a articula??o para forma??o do bloco de parlamentares, liderados pelo deputado Davi Zaia (PPS).

Retrocesso

A principal pauta de reivindica??o da Associtrus - a revis?o dos contratos -, n?o teve ?xito em 2007. Viegas recorda da investiga??o em andamento no Cade sobre suposto cartel das ind?strias.

Em 2006, as empresas tentaram um acordo de R$ 100 milh?es para encerrar as investiga?es, negado por falta de base legal. Viegas lamenta a edi??o de uma medida provis?ria pelo Governo Federal que abre possibilidade acordo. Mesmo assim, ele n?o descarta a chance de puni??o, pois n?o h? certeza do acordo ser judicialmente aceito.

A entidade est? na expectativa da vota??o da nova legisla??o anti-cartel no Congresso que permitir? a inclus?o da exig?ncia da confiss?o de culpa pelas empresas.

A Associtrus defende a cria??o da Frente Parlamentar Federal, para pressionar o Governo. Fl?vio Viegas cita a for?a da bancada ruralista como exemplo de articula??o que consegue melhor negocia??o dos d?bitos.

A Frente da Fruticultura no Congresso n?o desperta o interesse dos citricultores. Viegas admite que a falta de uni?o da categoria ? uma das raz?es da falta de articula??o: ?temos que valorizar nosso voto?, diz.

Negocia??o

Na avalia??o da Associtrus, foi criado um bom instrumento de debate do setor pelo governo paulista: a mesa de negocia??o entre produtores e ind?strias, mediada pela Secretaria da Agricultura. Existe a proposta da forma??o do Conselho Estadual da Cadeia Produtiva.

Participante das reuni?es, Fl?vio Viegas gostaria de contar com a Faesp (Federa??o da Agricultura no Estado de S?o Paulo), para unificar as reivindica?es.

Ainda sobre negocia?es, Viegas critica a falta de flexibilidade da ind?stria, manifestada pelo presidente da Abecitrus, Ademerval Garcia, em entrevista ao Globo Rural, domingo (9): ?quem assinou, tem de cumprir o contrato?, disse o dirigente industrial.

Batalha jur?dica

Associtrus e ind?strias travaram uma batalha no TJ/SP quando da discuss?o das cl?usulas dos contratos. Ap?s derrota no Tribunal, a entidade entrou com recurso no STJ.

O Depto. Jur?dico da Associtrus espera que, antes do julgamento, a Secretaria de Direito Econ?mico e o Cade consigam terminar a apura??o sobre a suspeita de cartel, evid?ncia que ajudaria a fundamentar a argumenta??o em favor dos citricultores. Os ?rg?os ainda analisam documenta??o apreendida pela Pol?cia Federal durante a Opera??o Fanta nas empresas do setor em fevereiro de 2006.

Safra 2008/2009

A Associtrus projeta boa rentabilidade na citricultura, por causa da queda na produ??o dos pomares nos Estados Unidos. A falta de fruta e a aumento da demanda criam condi?es para a eleva??o da cota??o no mercado internacional.

Ao consultar os sites sobre comercializa??o da laranja no exterior, o presidente Fl?vio Viegas constatou queda no volume de exporta??o, mas aumento no faturamento das empresas: sinal de alta do pre?o para o consumidor final: ?houve aumento de 35% em d?lar?, calcula, em compara??o com os valores de 2006.

Outra preocupa??o da Associtrus ? a tend?ncia das empresas em adquirir propriedades para produ??o pr?pria.

Greening e Fundecitrus

Na avalia??o da Associtrus, o greening ? o grande pesadelo. A doen?a ? incur?vel e a ?nica solu??o ? a erradica??o das ?rvores. A medida gera grande preju?zo, pois reduz a oferta com a demora da reposi??o: s? a partir do quarto ano, a laranjeira produz em quantidade rent?vel.

Por outro lado, o Fundecitrus sofre cr?tica dos produtores, devido a altera?es na forma de arrecada??o da contribui??o: antes, os valores eram calculados com base na produ??o; no novo modelo, a cobran?a ? feita sobre o n?mero de ?rvores. Os citricultores s?o contra, acham injusta a cobran?a em cima de mudas e p?s antigos, com baixa produ??o.

Tamb?m ? alvo de cr?tica a prefer?ncia de disponibilizar para as ind?strias resultados de pesquisas cient?ficas: ?o citricultor paga a conta, mas n?o usufrui?, protesta Viegas. Ele condena a falta de divulga??o das atividades do Fundecitrus aos produtores.

Como solu??o, o presidente da Associtrus sugere a cria??o de novo Fundo, com participa??o apenas dos citricultores, para n?o deixar o setor apenas com a estrutura da Secretaria da Agricultura, considerada insuficiente para combater as pragas e doen?as c?tricas.

Fonte: Gazeta de Bebedouro


<<Voltar << Anterior


Indique esta notícia
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
 
  publicidade +
 

Associtrus - Todos os direitos reservados ©2020

Desenvolvido pela Williarts Internet
Acessos do dia: 2320
Total: 2.960.846
Balikesir escort Manisa escort Aydin escort Mugla escort Giresun escort Kahramanmaras escort Yozgat escort Tekirdag escort Isparta escort izmir escort inegol escort Soma escort Igdir mutlu son