- Segunda-Feira 28 de Setembro de 2020
  acesse abaixo +
   Notícias +


Aumento de Custos Ameaa a Agricultura Brasileira

14/09/2011
Na agricultura, as tradicionais vantagens do Brasil em relao a outras regies do mundo vem se erodindo rapidamente. Em trs anos, o preo da terra subiu 60%, custos trabalhistas e de mo de obra crescem de maneira assustadora e a sua disponibilidade cai, seja pela competio com a construo civil ou outras reas que demandam gente, ou pelas bolsas Governamentais que desestimulam o trabalho em algumas regies. Os custos de energia eltrica, do diesel, do transporte ineficiente e caro, os custos de capital recordes, custos de licenciamentos e ambientais e altos e complexos tributos sufocam cada vez mais as margens.

Produtores de frutas relatam que produzir no Peru representa 50% do custo de produo no Brasil. Produtores de cana dizem que seus custos saltaram 40% desde 2005. Na laranja, pomares das indstrias que tinham custo operacional de pouco mais de R$ 4 por caixa chegaram a R$ 8 em cinco anos. idem para gros e carnes, o Brasil se torna um pas caro de se produzir.

Os altos preos internacionais vm compensando custos crescentes e o impacto do cmbio, permitindo que diversas cadeias produtivas apresentem lucro, mas at quando esta situao perdurar?. De um lado, a demanda mundial de alimentos no mostra qualquer tipo de arrefecimento nos prximos anos, mas o risco que os competidores do Brasil, estimulados por preos altos e menores custos de produo, implantaro novos projetos em diversos produtos, e no difcil prever que em poucos anos novos e mais fortes concorrentes disputaro os mercados. Produtores de acar de beterraba, de suco de laranja alm de outras frutas e de gros se animam e investem em seus pases.

Estratgias de reduo de custo devem ser planejadas e implementadas. So aes privadas, mas principalmente, aes publicas. Entre as privadas, ainda existe uma chance de lipoaspirao na agricultura. Metade das propriedades apresenta baixo contedo tecnolgico, baixa eficincia no uso da terra, so poucas as aes coletivas entre produtores para melhorar custos e ainda a prpria gesto pode melhorar.

Se nas aes privadas uma lipoaspirao, nas pblicas, o Governo precisa de uma cirurgia de reduo de estmago, para perder 30% a 40% do seu peso e alocar melhor seus recursos na sade, na educao, na infraestrutura, entre outros, com qualidade e reduzir a carga tributaria. Mas no parece ser esta a direo, pois prioridades do dia so a criao de um novo imposto para a sade e aumento salarial ao Judicirio, com ?efeito cascata? aos demais poderes.

Com este projeto de curto prazo, mesmo setores com muita sade, como a agricultura, perdem sua competitividade. O Brasil precisa pensar no mdio e longo prazos.

MARCOS FAVA NEVES professor titular de planejamento e estratgia na FEA/USP Campus Ribeiro Preto e coordenador cientfico do Markestrat


Marcos Fava Neves, PhD.
Professor Titular FEA/USP
Professor of Planning and Strategy
FEARP Business School
University of Sao Paulo - Brazil
www.favaneves.org

<<Voltar


Indique esta notícia
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
 
  publicidade +
 

Associtrus - Todos os direitos reservados ©2020

Desenvolvido pela Williarts Internet
Acessos do dia: 194
Total: 2.480.900
Balikesir escort Manisa escort Aydin escort Mugla escort Giresun escort Kahramanmaras escort Yozgat escort Tekirdag escort Isparta escort izmir escort inegol escort Soma escort Igdir mutlu son