- Domingo 13 de Junho de 2021
  acesse abaixo +
   Notícias +


Na prática, a teoria é outra!

14/10/2009

POr: Flávio Viegas

 

No dia 8 de outubro comemora-se, ironicamente, o Dia do Citricultor e Dia Nacional de Combate aos Cartéis.

A revista Agroanalysis publicou, em seu número de Setembro, um caderno especial intitulado “Citricultura. Em busca de uma agenda positiva.” A revista é aberta com uma entrevista com o presidente da CitrusBR que, apesar do título  “A nova agenda da indústria de suco”, repisa e repete o mesmo discurso da velha Abecitrus, taxando de incompetentes os citricultores que vêm sendo expulsos do setor por uma ação deliberada e calcada na discriminação de preços entre os que foram eleitos para permanecer no setor e os que estão sendo expulsos.  Essa discriminação de preços só é possível pela existência de um acordo entre as empresas compradoras e desmente a afirmação de que estamos em um mercado de commodities, pois nesse tipo de mercado os preços dependem da qualidade da matéria-prima e não de quem a produziu, como vem ocorrendo no nosso setor.

Outro fato incompreensível deste setor é o descasamento dos preços do suco ao consumidor em relação ao preço da bolsa e o fato de a bolsa estar sendo mantida, no longo prazo, abaixo do custo de produção de laranja, tanto de São Paulo como da Flórida, onde o custo supera US$1,25/lbss e o preço do suco tem-se mantido abaixo de US$1/lbss. Quem é o vendedor? Quem tem custos compatíveis com estes preços?

È preciso também esclarecer quem é o produtor “eficiente” que está estrangulando o produtor “ineficiente”: imagino que o citricultor “eficiente” seria a própria indústria que plantou nos últimos anos mais de 80 milhões de árvores, ocupando o espaço antes ocupado pelos pequenos e médios produtores. O Cepea pesquisou custos de produtores considerados eficientes por todos os critérios técnicos conhecidos e a conclusão foi de que seus custos econômicos ficaram entre R$13,46 e R$ 17,01, muito acima dos preços médios pagos pela indústria.

A clareza e a transparência das informações continuam no discurso, mas estão longe da prática do nosso setor. As estimativas de safra, os estoques, os preços, que são tratados pela mesma indústria, na Flórida, com total transparência, aqui são mantidos em total sigilo. Nem mesmo as informações referentes ao Fundecitrus, sustentado com recursos tomados dos citricultores e com aportes de dinheiro público, são tratadas de forma transparente.

Quanto à riqueza gerada pelo setor, os números a desmentem: o suco exportado a US$ 1 mil não cobre sequer o custo de produção da matéria-prima e, portanto, cada tonelada exportada leva consigo uma fração do patrimônio do citricultor e representa perda de renda e empregos no país e subsídios e empregos nos mercados consumidores, onde ficam as margens de lucro crescentes. È a lenda do Robin Hood às avessas, tirando do pobre para dar aos ricos.

Em todo o discurso a indústria insiste na queda da demanda e não fala da queda da oferta e afirma, erroneamente, que a relação estoque-demanda é a maior dos últimos tempos. A queda da demanda, onde ocorreu, deveu-se ao aumento de margens das indústrias e dos supermercados e à falta de investimento em marketing e não ao aumento de preços da matéria-prima. Com relação à concorrência de outras bebidas, o interesse das grandes empresas de refrigerantes no mercado de suco demonstra exatamente o contrário. Os refrigerantes é que estão na berlinda.

O representante da indústria apoia-se na teoria capitalista para explicar os baixos preços do mercado “spot”, mas deixa de informar que a maioria dos produtores estão sem contrato porque a industria negou-se a renová-los e muitos dos citricultores com contratos foram obrigados a reduzir o valor contratado, portanto o contrato não foi cumprido.

O capitalismo apoiado em cartéis, sem concorrência, sem transparência, que não cumpre contratos, baseado no poder de coação, nas meias verdades, não é o Capitalismo das teorias, o que confirma que, na prática, a teoria é outra.

 



[+] Mais Destaques

<<Voltar << Anterior


Indique esta notícia
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
 
  publicidade +
 

Associtrus - Todos os direitos reservados ©2021

Desenvolvido pela Williarts Internet
Acessos do dia: 66
Total: 3.480.276
<